SOLICITE ORÇAMENTO SEM CUSTO!

 

 

Realizamos restauração em lustres, abajures, arandelas, plafons, candelabros, entre outros. Para isso além de excelente know-how no ramo de iluminação clássica temos uma grande quantidade de peças para reposição, dentre elas: placas e amêndoas de cristal, mangas, tulipas, braços, apliques em bronze,etc.
A restauração de lustres é extremamente vantajosa para o cliente devido ao seu custo benefício, afinal os lustres clássicos são muito valorizados pela sua antiguidade e conseqüente qualidade.
Forma de atendimento: Caso o Lustre encontra-se colocado oferecemos a retirada deste para realização do serviço na oficina, recolocando-o em seu local de origem após a conclusão do serviço. Quando não se encontra mais instalado recebemos o lustre em nossa oficina para orçamento, oferecendo também a colocação após a conclusão do serviço. Pedimos a gentileza de marcar hora por telefone para visitas objetivando orçamentos.
Móveis antigos: Cristaleiras, criados mudo, mesas e cadeiras.
Forma de pagamento: O pagamento do serviço é efetuado com 50% do valor na retirada do lustre ou movéis, e os outros 50% na entrega do mesmo.
Lustres Antigos / Móveis Antigos/Lustres em geral
Luciano Lemos
Cel. 51 9265.20.12 Claro
        51 96742099 Vivo
E-mail: restauracoeslemos@bol.com.br
Rua: Rua Padre João Batista Reus,1624-Tristeza Porto Alegre / RS
 

 

Passo a passo de restauração de lustres:

 

01-Troca de toda parte elétrica;

 

02-Os lustres com cristais, são lavados com produtos especiais e trocados todos os alfinetes;

.

03-Verificamos todo o sistema de sustentação interno (niples, porcas, arruelas, ganchos e centro de braços);

 

04-Toda instalação de lustres requer uma avaliação prévia para definir o sistema de fixação mais adequado para cada tipo de lustre e parte elétrica;

 

05-A montagem é artesanal e realizada por uma equipe altamente capacitada;

Restauração e Troca de Cúpulas.

Hoje os lustres possuem pequenas lâmpadas, que devem ter iluminação fraca para imitar o efeito das velas que eram usadas antigamente. É a luz suave que faz com que os cristais brilhem de forma sutil e delicada, por isso, deve-se regular a intensidade da luz com um dimmer. Caso contrário, o efeito mágico que as pessoas desejam com um lustre não será atingido.

Se essa iluminação não for suficiente complemente-a com luminárias contemporâneas embutidas no teto, arandelas nas paredes ou algum outro recurso de iluminação disponível. Nunca use lâmpadas eletrônicas (fluorescentes).

 

As pequenas lâmpadas podem ser leitosas, para que não seja possível ver o filete de metal em seu interior, dando um efeito sutil. Também é possível usar pequenas cúpulas de tecido ou papel cobrindo essas lâmpadas, o que dá um efeito delicado à peça.

O diâmetro e a altura do lustre devem ser proporcionais ao tamanho da mesa de jantar. Sua parte inferior pode ficar de 90cm a 1 metro do tampo da mesa. A corda ou haste que prende o lustre ao teto pode ser regulada.

Importante: lustres são pesados e não podem ser fixados em tetos de gesso, tendo que ser colocados em um suporte na laje para sua sustentação.

Lustres de cristal podem ter vários estilos, cores e procedências, mas a peça de maior destaque nesse tipo de luminária é o lustre de cristal francês. Este surgiu no final do século XII na França e seus cristais facetados serviam para refletiam a luz das velas, sendo um modelo perfeito para se aprender sobre a utilização dessas peças.